Tratamento e sinais de alarme

Tratamento e sinais de alarme

Tratamento e sinais de alarme

As infeções respiratórias altas e baixas são na maioria dos casos de origem vírica.

Tratamento habitualmente é dirigido aos sintomas, higiene nasal. Em casos selecionados/ complicações poderá ser necessário x com antibiótico.

Sinais de alarme: febre com mais de 3 dias, agravamento progressivo do quadro, melhoria e depois novo agravamento. 

 


Sinais de alarme Otite Média Aguda: tumefações/vermelhão atrás da orelha, desequilíbrio/queda, alteração do estado anímico, não mexer bem um lado da cara.

Sinais de alarme Sinusite: alterações de consciente, vermelhão olho, inchaço da pálpebra, alterações visuais, dores de cabeça intensas muito localizadas/unilaterais.

Sinais de alarme Amigdalite/Faringite: deixar de conseguir abrir a boca, voz de batata quente, falta de ar, dificuldade em engolir

Sinais de alarme Laringites: falta de ar, dificuldade ao engolir

Conteúdos Relacionados

Infeções respiratórias frequentes

As infeções respiratórias superiores, como resfriado comum, rinossinusites, faringites, amigdalit…

Infeções respiratórias em crianças

Os pais de uma criança com infeções respiratórias de repetição, têm a legitimidade de se interrog…

Cuidados preventivos

Os vírus são facilmente transmitidos através de 3 mecanismos: Contacto pelas mãos: autoinoculaçã…

Infeções respiratórias superiores versus alergias

A alergia não é mais do que uma reação exagerada do sistema imunitário contra determinados alergé…
Subscreva a nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão!
Parceiros e Patrocinadores

    Contactos

    geral@wiselife.pt

    Wiselife | Todos os direitos reservados | Copyright © 2021
    Política de Privacidade