Saúde Mental em Tempos de Pandemia

A pandemia COVID-19 trouxe-nos uma nova realidade e uma nova rotina. Quer estando em casa cumprindo o isolamento social recomendado, quer continuando no seu local de trabalho, muito se alterou nas últimas semanas.

Agora evitamos o contato próximo com os que nos são queridos, precisamente porque os queremos proteger.

Esta nova realidade forçou-nos a uma adaptação rápida, acompanhada de um elevado nível que preocupação, stress e ansiedade.

Estes sentimentos devem ser colocados em perspetiva e não sobrevalorizados. E o que podemos fazer para manter a nossa saúde mental?

Manter contato com família e amigos

Estamos em isolamento mas não estamos sozinhos.

Telefone aos pais e aos avós, faça jantares por videochamadas com o seu grupo de amigos, mande mensagem a saber como está aquela amiga com quem não fala há meses, partilhe fotos e vídeos engraçados nas redes sociais.

Com tanta tecnologia ao nosso dispor, vamos aproveitá-la da melhor forma.

Manter rotinas

Somos animais de hábitos e é importante manter o nosso ciclo circadiano, com horário para deitar, levantar e fazer refeições. Faça a cama, tire o pijama, cuide-se. As rotinas são de particular importância quando temos crianças ao nosso cuidado.

Estando muitos de nós em teletrabalho, tenha cuidado para não trabalhar mais horas que o habitual.

Sabendo que a nossa produtividade pode não ser a mesma, devemos procurar outras estratégias para a melhorar, sem comprometer o nosso “horário” previamente estabelecido.

Manter-se activo

Corpo são para uma mente sã. Faça exercício físico. Como? Sozinho, online com amigos, seguindo atletas ou com a orientação do seu ginásio. Seja criativo! Estar em casa não é desculpa para se desleixar.

Moderar o consumo de notícias (nomeadamente sobre COVID-19)

Procure estar informado, para se proteger a si e aos outros, mas evite ficar assoberbado com demasiada informação que pode ter dificuldade em gerir, alimentando apenas a ansiedade e preocupação.

Retomar os seus hobbies

Quando foi a última vez que pintou um quadro? Fez um puzzle? Ou tocou guitarra? Lembra-se como nunca tinha tempo para criar a nossa horta? E quantos livros e filmes estão na sua lista de “tenho de ver/ler”?

Pois está na altura de aproveitar o tempo que estamos por casa.

Manter o seu esquema terapêutico

Caso esteja a cumprir algum algum tratamento, medicação, seguimento em consultas – é importante mantê-lo.

Apesar de reorganizados, os serviços de saúde não fecharam, e muitas consulta podem manter-se com a mesma regularidade de antes, por telefone, por videoconferência.

Em caso de dúvida, contacte o profissional de saúde em questão, e encontrarão a melhor opção para ambos, evitando todos os riscos de contágio.

Permitir o Luto

Sabendo que nos estão impostas algumas restrições, devemos permitir-nos a tristeza, o sofrimento, o luto, que naturalmente está associado à perda pela morte de alguém.

Numa altura de pandemia, muitos seremos confrontados com esta realidade, e a banalização da morte, ignorando os nossos sentimentos, não tornará o processo nem mais rápido, nem menos doloroso.

Conhecer os sinais de alerta

Se sente que a sua vida já não faz sentido, ou o desespero e a falta de ânimo estão a interferir com o seu dia-a-dia, ou está preocupado com a sua saúde mental, então deve procurar de ajuda especializada, através das linhas telefónicas ou recorrendo ao serviço de urgência.

“Vamos todos ficar bem”

É importante manter a esperança e o pensamento positivo, porque a pandemia será controlada, a atividade económica retomará, e todos teremos de contribuir para regressar ao que tínhamos como “normal” e rotineiro.

Por: Maria João Nobre | Médica de Família

Covid 19, Doenças Infeciosas, Doenças Respiratórias, Infográfico

Subscreva a nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão!

Contactos

Wiselife | Todos os direitos reservados | Copyright © 2019
Política de Privacidade