Sintomas ligeiros, porque podem ficar em casa?

A apresentação da doença COVID 19 é muito variável podemos ter casos assintomáticos ou com sintomas muito ligeiros como uma constipação até casos de doença muito grave em que os órgãos dos doentes entre em falência necessitando de apoio especializado em unidades de cuidados intensivos.

Além desta variabilidade na apresentação da doença temos também a questão do contágio.

Os doentes com COVID 19 devem estar isolados dos outros sem a doença. Uma forma de isolar estes doentes seria interná-los a todos em unidades hospitalares até a cura.

O problema é que não terias camas e profissionais disponíveis.

Atendendo a que mais de 80% dos doentes apresenta sintomas ligeiros que habitualmente seriam tratados no conforto da sua casa, perante esta nova doença as autoridades de saúde optaram pelo tratamento em regime domiciliário dos doentes com sintomas ligeiros.

Assim foi criado um sistema de vigilância dos doentes em tratamento domiciliário. Estes doentes são contactos diariamente pela sua equipa de Saúde Familiar, que monitoriza os sintomas e programa os exames e tratamento necessários.

Este sistema permite o controlo das pessoas doentes evitando o contágio, diminui a sobrecarga dos sistemas de saúde e evita as deslocações dos infetados.

Se tiver sintomas suspeitos de COVID 19 contacto o SNS 24, a sua avaliação e seguimento poderá ser feito no conforto da sua casa.

Se for necessário, um dos técnicos de saúde com quem contacta telefonicamente vai orientá-lo para avaliação numa das unidades de saúde dedicadas ao atendimento de doentes COVID19.

Seja um agente de saúde pública! Se tiver sintomas, fique em casa!

Fique seguro!

Por: Maria João Nobre e Ana Luís Pereira | Médicas de Família

Doenças Infeciosas, Infográfico

Subscreva a nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão!
Parceiros e Patrocinadores

    Contactos

    geral@wiselife.pt

    Wiselife | Todos os direitos reservados | Copyright © 2021
    Política de Privacidade